Whatsapp: 48 99849-0094

Como obter resultados de vendas online com uma boa estratégia

O Brasileiro tem gastado mais em e–commerces e essa é uma tendência que só vem a crescer. Segundo dados do E-bit, em 2014 as lojas virtuais brasileiras faturaram R$ 35,8 bilhões, ficando na décima posição no ranking mundial. Só no dia das mães, foram movimentados mais de R$ 1,6 bilhão. No natal, foram R$ 5,9 bilhões. A perspectiva é que para 2015 esses valores sejam ainda maiores, demonstrando a força do setor.

Estamos mais dispostos a comprar pela internet por diferentes fatores, como os preços mais competitivos e a comodidade de não ter de sair de casa. Cabe ao empreendedor que buscou este mercado de ação oferecer produtos competitivos e ter uma estratégia eficiente, com foco em resultados e na boa relação com consumidor, que deve ser duradoura e harmoniosa.

Tudo começa com planejamento

Apesar das vendas astronômicas, só se destacam as lojas que oferecem um bom atendimento, entrega no prazo e preços competitivos. Para chegar a uma operação “redonda”, é preciso ter um planejamento adequado à realidade do e-commerce e do público-alvo. Para isso, é importante conhecer seus hábitos, o que gosta e o que espera do seu empreendimento. Pense também que cada público possui um “problema” e como você pode solucioná-lo.

Basicamente, uma estratégia de vendas para o meio digital deve contar com uma forma de atrair o público, despertar o desejo de comprar e, por fim, a ação da compra. O ciclo de vendas de um produto pode variar de acordo com o público e, por essa razão, também é importante adotar formas de mensurar e monitorar o consumidor. Contudo, isso é algo que vamos focar um pouco mais a frente, ainda nesta publicação.

Definindo as ferramentas da estratégia

Após levantar as informações sobre o público-alvo, o próximo passo é definir como o empreendimento irá agir em todas as fases do ciclo de vendas. Para chamar a atenção dele foram desenvolvidas diferentes técnicas e ferramentas, com objetivo de atrai-lo e mante-lo próximo ao e-commerce. Em algumas situações, ele pode não fazer a compra de imediato, mas terá a sua marca na cabeça quando o momento da compra chegar – e é aí que entra o inbound marketing.

Inbound Marketing

Inbound marketing, também conhecido como marketing de conteúdo, é um conjunto de estratégias que empregam o conteúdo como uma forma de atrair o público e fideliza-lo. Funciona assim: o e-commerce produz um conteúdo relevante e atraente para chamar a atenção do público, que tomará conhecimento sobre o seu conteúdo ou proposta. Pode ser conteúdo publicado em um blog, o próprio site, redes sociais, enfim; há diferentes oportunidades. Entretanto, é importante alinhar a estratégia com os interesses do público a qual ela é direcionada.

Como é comum este conteúdo ser publicado no formato de artigos, matérias e demais publicações, é possível utilizar a técnica conhecida como Search Engine Optimization (SEO), que basicamente é o uso de estratégias com destaque para as palavras-chave inseridas no texto. Essas palavras, quando pesquisadas nos buscadores, levarão o público até o seu texto, gerando conversões. Quanto mais relevantes forem as palavras, melhor será o posicionamento junto aos buscadores.

O SEO pode ser associado a outras técnicas, como o link building, cujo objetivo é obter links de outros sites para aumentar a popularidade do seu e-commerce do ponto de vista dos sistemas de busca. É só lembrar que um link é uma ligação entre as páginas e, por meio deles, os buscadores descobrem como elas estão relacionadas. Um link de uma página pode levar o usuário até outra página e assim por diante, até chegar no seu e-commerce.

Como dito anteriormente, após o público tomar conhecimento do seu e-commerce ou dos produtos que você vende, o próximo passo é aproximá-lo. Para isso, é importante que o site apresente uma interface amigável, com botões e funções de fácil entendimento, um layout agradável e uma central de atendimento eficiente. O ideal é estabelecer metas em cada uma das fases, como assinatura de newsletters, comentários ou curtidas nas redes sociais, até a venda propriamente dita.

Redes Sociais

As redes sociais se tornaram uma aliada de quem tem e-commerce. Com elas, há a possibilidade de atrair leads, estreitar a relação com o público e se comunicar com ele. Também é possível perguntar, saber o que ele pensa, divulgar seus produtos e, principalmente, compartilhar o conteúdo que você produziu. Ainda há a possibilidade de anunciar no Facebook ou em outras redes, aumentando a visibilidade da loja. Lembre-se que qualquer estratégia em que as redes sociais são usadas deve ser baseada em conteúdo relevante, atendimento ágil, interação e venda. Postagens aleatórias e conteúdos sem conexão com a proposta podem não ter o resultado esperado.

Mensurando resultados

Os resultados podem ser medidos com ferramentas adequadas, como o Google Analytics, um serviço oferecido pelo Google em que é possível saber as estatísticas de visitação do site/blog, como a quantidade de visitas, o horário de visitação, região e outros. O Facebook também oferece o Facebook Analytics, com as estatísticas referentes à rede social. Vale ressaltar que essas ferramentas não resolvem os problemas do e-commerce automaticamente, mas demonstram quais aspectos devem ser corrigidos.

E então, quer aumentar as suas vendas online? Visite o nosso site!

Deixe um Comentário