Whatsapp: 48 99849-0094

Business Hacking Canvas, como aplicá-lo em seu negócio digital para alcançar resultados exponenciais

Business Hacking Canvas

Antes mesmo de saber o que é Business Hacking Canvas, é necessário compreender como funciona o modelo pioneiro, isto é, aquele no qual não há qualquer tipo de aceleração, como o caso de Business Hacking.

Portanto, vamos ao início:

O que é o modelo de negócios Canvas?

O Modelo de Negócios Canvas (BMC, na sigla em inglês) lhe dáa estrutura de um plano de negócios sem a sobrecarga e a improvisação de elementos que não combinem entre si. O Canvas é uma ótima alternativa para melhorar a aceleração de negócios. Nele, há 9 pontos-chave:

      • Segmentos de clientes: quem são os clientes? O que pensam? Veem? Sentem? Fazem?
      • Proposições de valor: o que é interessante sobre a proposição? Por que os clientes compram, ou usam?
      • Canais: como essas proposições são promovidas, vendidas e entregues? Por quê? Está funcionando?
      • Relacionamento com o cliente: como você interage com o cliente durante a sua jornada?
      • Fontes de receita: como é que o negócio gera receita a partir das propostas de valor?
      • Atividades fundamentais: quais ações exclusivamente estratégicas a empresa faz para entregar a sua proposta?
      • Recursos-chave: com quais ativos o negócio têm de competir?
      • As parcerias fundamentais: o que a empresa pode, ou não, fazer para que se concentre em suas atividades principais?
      • Estrutura de custos: quais são os negócios principais de fatores de custo? Como estão ligados à receita?

Canvas é popular entre os empreendedores para a inovação do modelo de negócios. Fundamentalmente, oferece três vantagens:

      1. Foco: a equipe consegue se concentrar mais eficientemente quando os objetivos de cada ponto-chave estão claros.
      2. Flexibilidade: é muito mais fácil ajustar o modelo e tentar novas estratégias (a partir de uma perspectiva de planejamento).
      3. Transparência: a sua equipe terá um tempo maior para compreender o seu modelo de negócio e ser muito mais propensa a comprar a sua visão como empreendedor.

Preste atenção ao utilizar o Canvas

Para efeitos da utilização do Modelo de Negócios Canvas analise as seguintes possibilidades:

Você tem um mercado único ou multifacetado? Se tem um mercado multifacetado,  muitos segmentos serão inclusos em suas ações de negócios, certo?

Que trabalho você está fazendo para o cliente? Que necessidade você está cumprindo? Se certifique de que pode identificar uma necessidade / problema existente e identificar alternativas específicas que seu cliente use hoje. Se você não tiver certeza do que fazer ou do que criar, saia e observe, fale com algumas pessoas representativas. Você vai querer ser capaz de vincular claramente as suas proposições de valor.

O que ajuda é criar uma lista de personas, organizada por segmento de cliente, se você tem mais de um segmento. Por isso, tente priorizá-las. O Canvas é uma ferramenta, não uma estratégia e nem todos os nove blocos são iguais. O emparelhamento de segmentos de clientes e proposições de valor é realmente variável e independente.

É válido ressaltar que uma das ações do Canvas está diretamente vinculada ao marketing digital.

Como fazer o Business Hacking Canvas para ocorrer aceleração de negócios?

 

1. Comece com modelo de negócios

É recomendado que você comece com um modelo de negócio. É uma ferramenta para desenhar, inventar e pensar estrategicamente a sua empresa – tudo em apenas uma página.

Os exercícios vão ajudá-lo a identificar os recursos que você vai precisar e definir os clientes dos quais você precisa para se aproximar. É uma forma eficaz de debater todas as considerações importantes quando se inicia um negócio.

 

2. Mantenha as coisas simples, utilizando bullet points

Depois de ter concluído o seu Canvas, você terá uma visão muito mais clara do que  precisa começar a fazer, como está o seu caminho, e quais são as pessoas a quem vai servir.

Você, então, começa a transformar o seu Canvas em um plano. Os planos de negócios são mais minuciosos e detalhados. Você vai precisar de um para compartilhar com os investidores se quiser levantar uma quantia.

Há uma seção para cada grande área de consideração:

      • descrição do produto;
      • mercado-alvo;
      • vendas;
      • marketing;
      • operações;
      • equipe etc.

Você vai querer abordar – quem e como cada componente do seu negócio? Por exemplo: quem está lidando com nossas atividades de marketing? Quais os canais que vamos usar para divulgar? Que atividades serão realizadas em cada canal?

Depois de escrever as suas ideias, solicite feedback de seus assessores, utilizando bullet points. Você vai economizar tempo, integrando sugestões antes de estabelecer uma formulação cuidadosa e mais completa.

 

3. Concentre-se na diferença

Quando você escrever seu plano, pense sobre o que vai fazer sua empresa e produto ou serviço distintos dos de seus concorrentes. Você vai querer atrair a sua oferta única, e seu plano de negócios deve enfatizar isso.

A boa notícia é que, enquanto a sua oferta deve ser diferente de seus concorrentes, muitos elementos-chave de seu plano de negócios não tem que ser. Você não tem de reinventar a roda ou tentar ser diferente em cada área.

Por exemplo: quando se trata de sua estratégia de aquisição de clientes ou a sua plataforma logística, você pode fazer o que todo mundo está fazendo, desde que não exista nenhuma vantagem competitiva prontamente disponível.

 

4. Não exagere em projeções de fluxo de caixa

As suas projeções de fluxo de caixa e rentabilidade não são necessariamente para mostrar exatamente o que vai acontecer; são para mostrar como, dentro de circunstâncias razoáveis ​​e do sucesso, sua empresa está posicionada para ganhar dinheiro e dar continuidade no negócio.

O propósito das suas projeções é ajudar você a testar suas suposições sobre a rentabilidade, não prever o futuro. Então, você precisa investir tempo nelas, mas não precisa ser perfeito. Estabeleça as suas premissas e siga em frente.

 

5. Contrate um especialista

Há partes do seu plano de negócios que não podem ser terceirizados. Só você pode decidir o que vai fazer e as pessoas a quem  deseja servir. Felizmente, escrever seu plano de negócios não é algo que você precisa fazer  sozinho.

Depois de ter concluído o seu Canvas e os bullet points de alto nível para as seções principais de seu plano, considere a contratação de um escritor do negócio, se você estiver em curto prazo ou odiar escrever.

Dessa forma, você já estará realizando o Hacking no seu modelo de negócios Canvas. O objetivo é ser claro, objetivo e ágil, sem esquecer o realismo em todas as suas propostas para que haja viabilidade no negócio.

Os hacks que detalhamos acima são projetados para ajudar você a economizar tempo e se concentrar no que realmente importa, como a identificação de seus segmentos de clientes e entender como sua empresa vai ganhar dinheiro. Assim, ocorrerá maior aceleração de negócios.

O que achou do post de hoje? Deixe seu comentário abaixo, que tiraremos todas as suas dúvidas sobre business hacking e aceleração de negócios!

Deixe um Comentário