Relato de um empreendedor

Nascemos e somos criados para satisfazer as vontades de nossos pais, isto ocorre na maioria das famílias no Brasil. A sociedade determina o que é certo aos olhos dela e como robôs somos direcionados a um comportamento imposto desde cedo.

 

Em um certo momento da nossa vida deixam de nos perguntar o que você quer ser quando crescer e passam a direcionar o que querem que você seja, já reparou que quando você começa a trabalhar ( no meu caso bem antes da faculdade) passam a dizer que você é responsável pois tem a carteira assinada, pais orgulhosos, quando se consegue um emprego em um multinacional então vira o predileto da família, passar em concurso público é quase um rei, rsrsrsrs.

 desafio-empreendedor

O que tem isto de errado?

 

Eu respondo que simplesmente nada, se não fosse pela fato de só isto ser eleito como o correto.

 

Porque a pessoa que empreende desde cedo é tido como um louco, um coitado, perdeu o emprego e vai abrir um negócio, não tem qualificação ou competência, ao invés de ir para uma faculdade preferiu fazer um curso rápido ou estudar algo fora do contexto que a sociedade prega como correto.

 

Eu mesmo sofri muito com isto, e sendo bem sincero ainda sofro, mas já não me atinge como antes pois hoje sei o que sou e o que quero, mas quando se está em transformação a coisa fica mais complicada.

 

Me lembro de um caso onde a sogra separava o caderno de empregos e entregava ao genro empreendedor todas as semanas, ia de casa em casa e dizia que não entendia como o mesmo ganhava dinheiro, rsrsrs.

 

Este jamais seria o “melhor” partido para sua filha, já que ao invés de ser um executivo e trabalhar de segunda a sexta das 8 as 18 horas preferiu arriscar e empreender mesmo contra tudo e praticamente todos.

 

Agora as perguntas que faço são as seguintes:

 

Será que ela teria emprego se os empreendedores não existissem?

 

Será que você que critica quem tem a coragem de começar uma empresa?

 

Será que teu chefe pensa como você?

 

Será que você já imaginou o mundo sem empreendedores?

 

 

Vou mais fundo ainda, quando você inicia uma empresa a primeira coisa que vem a cabeça dos “politicamente corretos” é:

 

Será que vai dar certo?

 

Depois quando você começa a fechar alguns negócios e vibra, mudam e dizem que você é o que tem mais chance de ficar rico, mas você sabe que empreender não é somente vitórias, ai na primeira “dor de barriga” começam a falar para você procurar um emprego e você como um bom empreendedor continua e começa a ter vitórias novamente, faz uma reforma em casa, compra um carro, passa a se vestir melhor e todos voltam a te paparicar, rsrsrsrs.

Ai de uma hora para outra …..boooommmm….estoura uma bomba e você praticamente volta a estaca zero, todos somem, amigos que juravam fidelidade e ombros quando você precisasse são os primeiros a correr, passam a não te convidar para mais nada e nem da porta da sua casa chegam perto.

 

Tudo isto faz parte de uma história de empreendedorismo, precisa ser forte, ter estômago, ser resiliente para agüentar tudo isto com força, mas se você conseguir aprender com tudo e se fortalecer é quando encontra a sua maior vitória.

 

Levantar, tropeçar, cair, aprender, fortalecer, levantar e seguir em frente.

 

Eu acredito que empreender é mudar um pouquinho o mundo e fazer dele um lugar melhor para vivermos

 

E você o que acha?

 

Abraços

Anderson Gomes.

Empreendedor

Deixe um Comentário

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *